terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Treino de omnipresença

Não há quem entenda esta gente das bicicletas, sejam ciclistas a sério, sejam ciclistas amadores, sejam ciclistas urbanos... Até aqui queixavam-se que não tinham estrada segura para pedalar, agora que a lei está do lado deles, usurpam o espaço de quem caminha ordeiramente no passeio na qualidade de peão.
Pois bem, hoje ia sendo atropelada por um jovem ciclista que me fez uma tal tangente, que para além de me sacudir o cabelo quase me oferece uma boleia de arrasto e assim interrompe o meu caminhar acelerado mas regrado, naqueles empedrados que são próprios para os peões.
Como se não bastasse ter que fazer constantes curvas apertadas para me desviar de surpresas canídeas, ainda tenho que ser omnipresente, ou pelo menos treinar...

11 comentários:

  1. São esses momentos que deviam ser "gravados"...para mostrar que não vale a pena modificar a lei..

    ResponderEliminar
  2. Bem, não podemos tomar a parte pelo todo. Esse parvalhão deveria ter sido visto por um polícia e devidamente multado já que a lei proíbe que adolescentes e adultos circulem nos passeios.

    ResponderEliminar
  3. Continuo a achar que o problema, muitas vezes, nem são as leis. É a falta de civismo!

    ResponderEliminar
  4. Por mais leis que existam, parece sempre que esbarramos na falta de civismo das pessoas!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. As leis por vezes até estão bem feitas, agora o civismo de algumas pessoas é que é muito pouco.
    :(

    ResponderEliminar
  6. Concordo com os comentários anteriores, não há lei que resista à falta de civismo.

    ResponderEliminar
  7. Acho que o problema não é a lei mas sim a educação, o civismo e o bom senso... eu encosto-me sempre à direita quando pedalo em sítios com peões e tenho a dizer que algumas pessoas raramente se desviam e andam em grupo a ocupar todo o espaço, por isso, não fiques com má imagem dos ciclistas...;-)

    ResponderEliminar
  8. Moro perto da praia e muitas vezes vê-se ciclistas no passadiço, o que supostamente é proibido. Enfim!!!!

    ResponderEliminar
  9. Os ciclistas têm a tarefa complicada. Por experiência própria, quando se vai na estrada os carros não respeitam e quase nos levam atrás (encostam-se demasiado aos ciclistas). Depois caso haja necessidade, sublinho, de ir para passeios os ciclistas sujeitam se a bater em postes ou pior em pessoas

    claudiapereira96.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Nem me fale! Há tempos escrevi no On the rocks sobre um episódio que aconteceu comigo, mas levei com um coro de protestos de ciclistas indignados.

    ResponderEliminar