segunda-feira, 30 de junho de 2014

Perdas que não são efémeras...


Depois de um fim de semana trágico, com perdas irreparáveis para famílias que amam os seus, não posso de todo concordar com o "pensamento" que acima publico. É certo que a vida continua, é certo que o mundo não para, mas não deixa de ser menos certo que o "mundo" de muitos não voltará a ser o mesmo, que as suas vidas estão eterna e injustificadamente marcadas pela dor, pelo sofrimento, pelo vazio de uma perda daqueles que pensávamos serem "nossos". 



Isn't it cute? #15


Azul... Always blue... Menos no coração, esse é vermelho!

Relógio Swatch; Pulseiras Primark; calças Lanidor.

domingo, 29 de junho de 2014

Só em sonhos...


Será? É que perante isto, começo a achar que só tenho pesadelos...
Bom domingo!

sábado, 28 de junho de 2014

Sabor a sábado #42


Para hoje, Carpaccio... de laranja com canela e mel... 
É apenas uma forma diferente de servir laranja com um aroma a canela, em homenagem aos comerciantes portugueses, que no séc. XVI a traziam do Ceilão, hoje Sri Lanka.
Bom sabor a sábado

Campanhas que chocam...

Campanha de choque contra abusos usa imagens Disney - Estados Unidos 
Se é para chocar, a mim chocou-me sobejamente o retratado na imagem!
Se tem o mesmo efeito nas crianças? Tenho as minha dúvidas. 
Se a imagem me chocou isso deve-se evidentemente, à mensagem que manifesta acerca dos abusos sexuais a menores e não sei se as crianças terão o discernimento suficiente para separar a realidade da ficção. A Disney é um universo fantasioso, perfeito e sem mácula e é assim que estes personagens são vistos pela maioria das nossas crianças, posso estar a dizer um grande disparate, mas não se correrá o risco de as crianças continuarem a achar que imagens como estas são normais e nada têm de errado? 


sexta-feira, 27 de junho de 2014

Desabafo #6

Hoje estou enjoada comigo própria, ou melhor com o meu cheiro... Isto de andar a escolher perfumes   nas tirinhas de teste, resulta numa mistura "perfumástica"! 
(Antes que me aconselhem a publicar está pérola, aviso que inventei conscientemente a palavra e reconheço a sua inexistência :-))

Pérolas da língua portuguesa #25

Quando fui à entrevista de emprego, a relações humanas até me deu os parabéns. Gostou mesmo da forma como falei...

Imagino! 

quinta-feira, 26 de junho de 2014

O Mundial dos cabelos em pé

Quem fez verdadeiramente o Mundial na seleção nacional foi o cabeleireiro. Esse sim, teve um empenho indiscutível... basta ver os penteados artísticos dos nossos jogadores. 
Ainda assim, por um lado foi bom Portugal não se ter qualificado para os oitavos de final, caso contrário, nem a barba do Meireles escapava! 

Confiar? Nem na camisa!

É bem verdade que hoje em dia, não se pode confiar em ninguém, acrescento que nem em ninguém nem em nada. Hoje estava um sr. muito bem posto a tomar café, no mesmo local onde eu estava. Envergava uma camisa branca que pela frente ostentava uma alvura inquestionável, por trás tinha una enorme mancha de transpiração, daquelas que se formam quando o ar condicionado do carro não funciona...pela frente o sr. tinha um ar imaculado já por trás...
Razão tem o meu pai, quando diz que não confia em ninguém, nem mesmo na camisa que traz vestida...

Sens(o)ual...





Estou com dúvidas... 
Dizem que a sensualidade das mulheres está nas extremidades, assim será nos cabelos ou em uns sapatos estilizados ou ainda no "miolo" da cabeça? Só extremidades...
Que me dizem? 

quarta-feira, 25 de junho de 2014

De barba rija!

Ricardo Guedes... Falta o outro Guedes!
Diogo Morgado... Superstar
O dois em um... Meireles e Rui Unas
Pedro Lima... O eterno galã!
Marco António Costa ... O político!
Depois disto... O que posso dizer?
Os homens portugueses estão barbudos, é certo... Mas penso que continuam na onda do metrosexual asseadinho.
Que fique claro: são os homens portugueses que têm barba, não são as mulheres portuguesas que têm bigode, nada de confusões!

Avião em longo curso!

Imagem retirada do Facebook
Ei-lo!
O avião que seguiu para o Brasil para trazer os jogadores da seleção nacional... Consta que está equipado com camas articuladas e dispõe também de rampa para as cadeiras de rodas. 

terça-feira, 24 de junho de 2014

Rasteirar? Naaaaa... Morder!


Ainda do futebol...
Ainda do Mundial...
No jogo entre a Itália e o Uruguai algo de inovador acontece, o jogador uruguaio, Suarez, dá uma dentada no ombro do jogador italiano Giorgio Chiellini, a reclamar a posse de bola. Ao que parece o uruguaio já é reincidente neste comportamento.
Portanto, e a partir de agora, nada de rasteiras, caneladas, encontrões ou agarranços, a mordidela é o último grito na batalha futebolística.

Coisas que me assustam #1

Uma página em branco...

Mostra-me o telemóvel! Dir-te-ei quem és...

Ultimamente tenho observado nos telemóveis, presença assídua em mesas de trabalho, mesas de café e nas mãos de quem nos acompanha, a imagem que se escolhe para o visor do telemóvel. Essa escolha, julgo eu que não sou psicóloga, pode dizer alguma coisa sobre a personalidade de cada um.
Assim, há os orgulhosos que exibem a sua maior obra de arte, os filhos; há os narcisistas que gostam de se olhar constantemente no visor do equipamento; há os idealistas que mostram máximas de vida; há também o "bon vivant" que se deleita a olhar para cenários paradisíacos; há também os preguiçosos que nem se dão ao trabalho de mudar as definições do visor do telemóvel... E certamente há muitos mais...
E vocês em que categoria se enquadram? 
Eu preguiçosa, me confesso! 

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Estará o cozinheiro a salvo?

Na ressaca do jogo de ontem entre Portugal e os Estados Unidos, há gente da comitiva da seleção portuguesa que deve estar a rezar a todos os santinhos para que o Mundial termine por aqui...
Falo do cozinheiro, do camareiro, do massagista, dos apanha bolas e até de Paulo Bento, pois se Portugal passar (hipótese remota), aos oitavos de final estes terão que integrar a equipa portuguesa, uma vez que em cada jogo caem, que nem tordos, dois ou três jogadores. 
Lesão atrás de lesão abre caminho para outra seleção! 

domingo, 22 de junho de 2014

USA -PORTUGAL

Não vou falar de golos, táticas nem de estratégias de jogo... Gosto particularmente do ar arranjadinho dos jogadores norte americanos, parecem uns meninos de liceu, daquele tipo meninos de coro: pólo branquinho apertado até ao último botão... 
Apetece dizer, "nos vos quero sujos, brinquem mas de cócoras, nada de joelhos no chão!" Atualização: brincaram mesmo é sem ir ao chão!!!!

mmm's a destruidora...

... Hoje tudo em que toco se destrói, ou melhor, é destruído pelas minhas mãos.
Logo pela manhã foram uns óculos de sol, parti-lhes uma haste. Passado um par de horas, fiquei com uma colher decorativa em barro feita em dois pedaços... Não! Nada disto caiu ao chão, apenas lhes peguei.
Já que hoje sou como Perses um titã da mitologia grega, amanhã podia ser Midas e transformar em ouro tudo em que tocava... Fazia-me jeito uns trocos extra para as férias! 

sábado, 21 de junho de 2014

Sabor a sábado #41




Um sabor a sábado com sabor a verão... Bolo de manga e laranja!
Foi a primeira vez que experimentei esta combinação, resultou muito bem. O bolo fica agradavelmente húmido, quase a lembrar um pudim de manga. 
Tenho a dizer-vos que está delicioso... Acreditem que não estou a ser parcial!
Bom sabor a sábado

Dizem que é verão...

Dizem para aí os entendidos na matéria que o verão chegou hoje, lá para as 10h51min, mas a mim ninguém me tira da cabeça que houve engano, o outono fez-se passar por verão e os serviços de estações e frentes frias (SEF) deram-lhe o visto dourado!
Das duas uma, ou há falta de rigor ou então o maroto do outono subornou os funcionários do SEF...

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Belo e criminoso!


Nunca se sabe onde estão os nossos cinco minutos de fama e os primeiros deste rapazinho, de nome Jeremy Meeks, estiveram nem mais nem menos, do que na prisão. Sim! Isso mesmo... na cadeia, prisa, choldra, cárcere, enxovia.. enfim, o rapazinho não só viu o sol aos quadradinhos como também viu a sua sorte mudar.
Considerado um dos maiores criminosos (roubo, violência, agressão...) de Stockton-Califórnia, Meeks foi detido e assim se tornou um top model em potência, tal não é a legião de mulheres histéricas que o veneram e endeusam nas redes sociais. A loucura é tanta que o próximo passo é arranjar o dinheiro para lhe pagar a fiança...
O rapazinho tem pinta, sim senhor! Mas... é um criminoso... mas pronto, é bonito!
Não, não encabeço a legião de fãs!!!!

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Isn't it cute? #14


Hoje com o sol escondido por nuvens, uma peça básica com um pormenor interessante na manga comprida.
Gosto da aparente simplicidade da blusa!

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Desabafo #5

Hoje chamaram-me "cáustica"... Fiquei sem perceber se foi uma ofensa ou um elogio...

Pérolas da língua portuguesa #24

Há pessoas que para não assumirem os seus erros, arranjam sempre bodes expiratórios!

Tenho pena de quem tem que levar com esses machos fedorentos a expirar odores...

terça-feira, 17 de junho de 2014

Rir para não chorar!

Lá diz o povo, note-se que sou uma apaixonada por provérbios, que quem ri por ultimo, ri melhor, mas desta vez não concordo em absoluto com a sabedoria popular, pois acho que quem já se está a rir é o Quaresma. Não foi selecionado para integrar a seleção nacional pois, em voz off, é conflituoso e tal... 
Mas parece que há mais...

domingo, 15 de junho de 2014

São espinhos, sr.! São espinhos!


Hoje é assim que me sinto, como se os meus pés tivessem por almofada estes catos! 

sábado, 14 de junho de 2014

Sabor a sábado #40



Para hoje um bolo muito, muito, muito simples mas muito fresquinho, graças ao toque acentuado a limão. 
Bom sabor a sábado

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Conversas de "chacha"

Tenho por hábito ir à minha cabeleireira em hora em que não está ninguém, não gosto de estar a fazer "sala" nesse espaço e além do mais não gosto mesmo nada das conversas, tricas e coscuvilhices apanágio de tais locais... e a cabeleireira sabe disso desde longa data.
Hoje lá fui eu, à hora marcada e mal entro... Hein! O salão estava cheio (para mim estar cheio é ter duas pessoas e uma criança)! A cabeleireira apressou-se a justificar-se e lá foi dizendo que não teve tempo de me avisar para vir mais tarde, para aguardar uns minutos, ou se preferisse, agendava nova hora, etc. etc...
Esperei uns minutos (mais de quinze e menos de sessenta!) e enquanto esperava tive a reconfirmação de que gosto de ir ao cabeleireiro quando não está ninguém, pois as conversas não mudam... desde a história do dia do casamento, do vestido, do menu, do baile até ao dia do parto do primeiro filho com todos os pormenores, desde a epidural até ao desmaio do pai e pelo meio, os dedos de dilatação... tudo foi apregoado!
Para terminar este cenário quase dantesco, só mesmo uma criança a bater à mãe por esta o ter pisado involuntariamente...  também inadervertidamente a mãe lhe pedia constantes e repetidas desculpas. Não desculpo! Não desculpo! Gritava a criança e gritava eu... mas por dentro, pois barulho já havia que chegasse!

Extra! Extra!



Mensagem do Governo para as próximas semanas.


quinta-feira, 12 de junho de 2014

Sempre viva...

E um viva...
... ao calor!
... às noites quentes!
... à manga curta!
... à sardinha assada!
... ao arraial!
... e à MELGA!

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Paciência ou subserviência?

Será que cinquenta ou sessenta pessoas não sabem ler, para terem que "gramar" uma chefia a ler um documento com mais ou menos cento e cinquenta páginas?  
Abençoados chefes e abençoados subordinados... com tanta paciência ou será subserviência?
Era preferível ir à missa e ouvir o sermão!

terça-feira, 10 de junho de 2014

Que parva que eu sou!

Apetece-me fazer um raciocínio analógico relativamente ao meu dia de hoje e ao Dia de Portugal. Pois bem, o desgaste do meu dia de hoje é como o desgaste em que Portugal se encontra... Mas pronto, não me vou aqui perder com considerações políticas, económicas e sociais nem tão pouco fazer de comentadora política, o que pretendo é tão só partilhar convosco um pouco do meu dia e acima de tudo, a lição que dele tirei...
Em dia de feriado nacional o meu dia foi tudo menos consonante com um dia de feriado... Acho que preferia ter ido trabalhar do que trabalhar para o emprego, mas em casa... Relatórios, relatórios e mais relatórios preencheram as longas horas do dia e como se não bastasse, o meu computador assumiu ter vontade própria e resolveu brincar comigo aos mágicos, fazendo desaparecer trabalho de um bom par de horas... Irritei-me muito, desejei voltar à idade da pedra... pronto, à era da caneta e do papel e numa fase de desespero quase total, disse mal da minha vida e vitimizei-me até à exaustão. Felizmente tive uma voz que me disse ao ouvido para ir dar uma volta, apanhar ar e esquecer o assunto por uns largos minutos. Fui!
E fui tomar um café e enquanto o saboreava com uma auto disciplinada calma, reparo que na mesa ao lado, estava uma jovem que pelo seu aspeto físico denunciava uma recente doença cancerosa... Falava, gesticulava energicamente,  sorria, ria como se fosse a mulher mais feliz do mundo, resolvida e de bem com a vida... E acredito que estivesse feliz.
Ruborizei de vergonha...
Que parva que eu sou!!!

Roda você!



Parece muito fácil, não? 
Mas parece-me também que é a típica distância entre a teoria e a prática!

segunda-feira, 9 de junho de 2014

domingo, 8 de junho de 2014

Um Portugal graúdo...


Faz hoje 74 anos...
Dizer que o Portugal dos Pequeninos me faz regressar à infância é um absoluto, lugar comum. Mas, ainda assim, insisto nesse lugar comum, pois só o visitei uma vez e foi precisamente na minha infância...
... Naquela noite não dormi nada bem, nunca mais era dia e os galos teimavam em não antecipar a madrugada com o seu estridente e viril corococó, esperava ansiosa e empolgadamente, pela manhã pois ia ter a minha primeira visita de estudo da escola primária (no meu tempo era escola primária).  Iamos, nem mais nem menos, para Coimbra, para o Portugal dos Pequeninos que naquela altura me pareceu um Portugal feito ao meu tamanho e medida e portanto, nada pequenino para uma menina de oito anos que, naquele dia almoçou num pátio transmontano um arroz de frango feito pela mãe, lá pelas sete da manhã, e que carinhosamente embrulhou a caixa da Tupperware (assim se dizia naquele tempo) em jornal e num pano de cozinha em que se balouçava uma menina de tranças loiras e bibe vermelho... Ainda estava morno! 
Parabéns Portugal dos Pequeninos e da minha também pequenina memória...

sábado, 7 de junho de 2014

Sabor a sábado #39




Parece que temos aqui uma bomba calórica, mas apesar do aspeto trata-se de um bolo, arrisco a dizer, mais ou menos saudável. 
Apresento-vos o meu bolo de chocolate e beterraba com icing de queijo mascarpone e sumo de beterraba para lhe dar este cor de rosa.
Bom sabor a sábado! 

quinta-feira, 5 de junho de 2014

quarta-feira, 4 de junho de 2014

terça-feira, 3 de junho de 2014

Falar pelos pés!

Não falem sozinhos. Podem sempre "conversar" comigo, mas se preferirem e como caminhamos para o verão e férias, podem sempre optar pelos ténis... Têm o meu perdão!!!