terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Patrão dentro dia de trabalho na loja

Se há alguma verdade na expressão popular patrão fora dia santo na loja, o contrário também tem a sua quota parte de verdade.
Hoje a soberania veio até aos seus súbditos e foi bonito de se ver toda a gente embrenhada no mais alto profissionalismo, a teclar afincadamente, a ler documentos de forma ultra concentrada com os óculos de "ver ao perto" encarrapitados na ponta do nariz não fossem as letras fugir do seu lugar, as impressoras a "mastigar" papel quais ruminantes esfomeados... E a chefia do alto do seu estatuto a palavrear elogios às formigas operárias deste ambiente produtivo: ah! Aqui o trabalho rende, tenho que vir para cá mais vezes!  
Conclusão: À mulher de César, não basta sê-lo é preciso parecê-lo! Resta saber se tamanha azáfama foi suficientemente convincente... Tenho as minhas dúvidas! 

14 comentários:

  1. Em alguns casos infelizmente basta parecê-lo...!!! :)))
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Quando se é bom profissional não há dias....

    ResponderEliminar
  3. Talvez seja esse o mal de muitos dos nossos profissionais...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Lol! O povo nem disfarçar sabe...
    Nota-se tanto quando tá o patrão dentro...
    Enfim,,, Infelizmente é uma situação rotineira.
    Bjinhos
    http://queriadeti.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Até trabalho melhor quando me sinto mais livre!!

    ResponderEliminar
  6. No meu trabalho temos câmaras que sabemos que estão ligadas sempre. Mesmo que a patroinha não esteja lá, nós nunca sabemos se ela depois puxa atrás o vídeo para ver isto ou aquilo (já houve situações em que tivemos a certeza que isso acontece) por isso por estes lados andamos sempre em sentido :)

    ResponderEliminar
  7. Olha que prefiro trabalhar quando não está ninguém a ver... Opções..

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Há trabalhos que sem presença de supervisão nada acontece...se ai provarem que não precisam do patrão safam-se =P

    ResponderEliminar
  9. Com patrão ausente ou presente, o bom trabalhador trabalha.

    Ena pá! Que bem me saíu esta...

    ResponderEliminar
  10. É assim se vai pelos caminhos de Portugal! Estou-me a lembrar de um provérbio, aliás de vários: "com papas e bolos se enganam os tolos" e "as aparências enganam"!

    ResponderEliminar
  11. O trabalho aparecerá, não?

    Ou só são avaliadas as aparências?

    Bom afincamento.

    beijos

    ResponderEliminar
  12. Comigo funciona ao contrário. Trabalho mais e melhor se não estiver a ser observada. ;)
    beijinho

    ResponderEliminar