quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Pobreza de valores

A mudança de hora já la vai há uns dias, mas ainda assim, continua a ser motivo de observações, principalmente quando não se tem nada para dizer é o que importa é manter conversa.
Pois bem, até tenho mais coisas para dizer para além de falar da mudança da hora, contudo agora falo dela. E falo dela, a propósito de uma dessas conversas pobres em assunto que há dias tive num momento de fraco entusiasmo dialógico. A minha interlocutora opinava sobre o assunto é dizia com um ar de satisfação escarrapachado no rosto, de que preferia o horário de verão, no entanto o de inverno também não lhe causava transtorno, uma vez que ao fim da tarde, altura em que a noite cai e nos faz pensar que são dez da noite, já estava em casa. Por isso, para ela estava bem pois o aconchego do lar estava garantido... 
Perante iso só me apraz dizer uma coisa: cambada de egoístas, é o que é... Pelas banalidades se vê o carácter desta "gentinha"!

8 comentários:

  1. Que tristeza...aiiii...que falta de paciência! Jesus ...que eu tenho para gente assim....grrrrrrr....

    ResponderEliminar
  2. Típico de pessoa que pensa "primeiro estou eu, a seguir... Estou eu!".

    ResponderEliminar
  3. Enorme a carga energeticamente estúpida da interlocutora.

    ResponderEliminar
  4. Que rica vida deve ter essa senhora...

    ResponderEliminar
  5. Pessoas assim não acrescentam nada à vida. Enfim... não gosto de pessoas assim!
    Haja paciência!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Que a senhora seja muito feliz com a sua vidinha.Que deve ser bem vazia, por sinal...

    ResponderEliminar
  7. Enfim, enfim, pessoas assim, vidas tristes!

    ResponderEliminar