sábado, 9 de novembro de 2013

Golegã e chapéu de coelho


Em plena Feira Nacional do Cavalo na Golegã exige-se indumentária a preceito e rigor. O traje português de equitação é composto por calças, camisa, jaqueta, colete, samarra (caso o frio aperte) e o acessório indispensável que completa o porte elegante de quem enverga, orgulhosamente este conjunto, o chapéu.
O chapéu de cavaleiro é feito de pele de coelho e made in Golegã, em particular na Chapelaria Coelho, e o preço ronda os sessenta euros, mas preços à parte, ribatejano que se preze não dispensa o seu até porque chapéus há muitos, mas não são da Chapelaria Coelho.
Este fim de semana, espera-se um elevado número de visitantes na Golegã e espera-se também que o negócio dos chapéus tenha vendas significativas, pois a julgar pelos anos anteriores, o chapéu de pele de coelho é muito apreciado pelos turistas estrangeiros, em particular, alemães e franceses... vamos ver se chegam para as encomendas e se não será necessário fazer uma caça ao coelho para fazer chapéus na Golegã.

8 comentários:

  1. Não sabia que o chapéu do traje típico português de equitação era feito de coelho... E quanto à caça ao coelho, só se for ao Passos Coelho! Não era preciso matar o homem, apenas tirá-lo da (des)governação do país!

    ResponderEliminar
  2. As senhoras, essencialmente, têm um porte muito elegante montadas no seu cavalo.
    Tenho em casa todas as peças (um pouco diferentes destas) que fazem parte da indumentária relacionada com equitação. Falta-me apenas o cavalo.
    : )

    ResponderEliminar
  3. Ia muito à feira da Golegâ ..... ( uma filha gostava de andar a cavalo) já há alguns anos que lá não vou.
    Não sabia do pormenor dos chapéus, mas gostei de saber .

    ResponderEliminar
  4. Não conhecia essa dos Chapéus. Coitados dos coelhos!
    Bjs
    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  5. Com a feira aqui à porta acho que este ano nem o pé lá meto, quanto mais a cabeça à procura de um chapéu

    ResponderEliminar
  6. Desconhecia de que matéria prima era feito esse lindo adereço. Afinal, o coelho, depois de morto, tem utilidade. Para quando a ida à casa? :p

    Pela primeira vez, ontem, visitei a "festa do cavalo" e comparei esta a uma concentração motard, mas com cavalos (neste caso reais e não cilíndricos :) )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *caça, para quando ir à caça.

      Eliminar