terça-feira, 29 de outubro de 2013

Do you speak english?

A mania que se tem de usar termos ingleses em publicidade e marketing nem sempre dá bom resultado, ou pelo menos dá em conversa mais ou menos no sense (perdão, mas também eu, não resisti ao inglês!). Um destes dias, fui a uma loja de telecomunicações móveis para adquirir um determinado serviço. O jovem que me atendeu lá foi explicando, com termos muito técnicos, todo o processo arriscando mesmo o tarifário que era a "minha cara e me assentava que nem uma luva"... confesso que, com dificuldade, percebi tudo sobre gigas, velocidade, bytes e até consegui ir dando uns "bitaites". A dada altura e quando se falou no preçário, a minha atenção redobrou e perguntei porque razão, não podia usufruir de um tarifário mais em conta ao invés daquele que me apresentava. O jovem perguntou, a medo: 
-"É cliente rêdee?" 
-"sim, sou cliente da rede"- respondi.
- "não, tem rêdee?"
- "rede, mas qual rede? Claro que tenho rede, sou desta rede móvel!"
Como é evidente, o nosso diálogo não estava a resultar, emissor e recetor não estavam em sintonia. 
O jovem rapaz, perante a minha incompreensão resolveu usar linguagem gestual e apontou para o folheto, precisamente para a palavra RED... fez-se luz naquela loja e eu percebi o que o jovem rapaz queria dizer. Percebi também que das três uma, ou estava frente a um "menino da linha", ou o jovem era açoreano, ou então estava a frequentar o nível de iniciação de um curso de inglês por correspondência.


16 comentários:

  1. ehehehe rêde, rede...

    nadinhadeimportante.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Ahahahahahahahahah:))) Muito boa!!!
    Fizeste-me lembrar o episódio do "ónelaine" lembraste?
    http://suricatte.blogspot.pt/2013/10/rir-de-mim-e-o-melhor-remedio.html

    Jinhoooosssssssss

    ResponderEliminar
  3. Ahahah, muito bom. E também já me aconteceu algo parecido: ;)

    bjs

    ResponderEliminar
  4. Ahahahahaha, realmente não estavam em sintonia. :P

    ResponderEliminar
  5. Pois é .....por vezes acontecem essas situações.

    ResponderEliminar
  6. Ahahahaha...fizeste-me lembrar uma cena daquele programa novo da rtp dos domingos à noite. Era um cliente que queria um telemóvel para fazer chamadas. O funcionário da loja perguntou-lhe tanta coisa sobre bites e baites e megapixeis que o senhor ficou todo baralhado. Só queria um telemóvel para telefonar. Ahahaha
    beijinho

    ResponderEliminar
  7. Por vezes essas situações podiam ser evitadas por parte dos funcionários... Ainda há dias aprendi numa formação que quando se usa termos assim se devem explicar o que significa! Ainda para mais com termos estrangeiros :)

    ResponderEliminar
  8. Informação: Decidi mudar o endereço do meu blogue, por motivos de privacidade. Para continuares a conseguir aceder, deverás adicionar o novo link à lista de leitura. Desculpa pelo incómodo.

    http://sitdownandsingtomeasong.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. LoL

    (chamada de atenção: vê mesmo se esse tarifário te compensa, porque aderi pensando ser o melhor e não está a ser)

    ResponderEliminar
  10. Afinal não é só a língua portuguesa que é traiçoeira :-)

    ResponderEliminar
  11. Estas situações são sempre engraçadas :)

    ResponderEliminar
  12. Muito Bom! Adoro o uso constante do Ingles em tudo que é coisa principalmente pelas pérolas de pronuncia que aparecem de vez em quando xD

    ResponderEliminar