sexta-feira, 7 de março de 2014

Vida macaca!


Vivemos na era da modernidade e aquilo que era o tradicional, corre um sério risco de ser apenas uma memória, registada em mentes gastas pelo tempo ou então nos anais da história mais ou menos recente. Aos poucos a humanidade vai-se rendendo ao tecnológico, ao digital, ao virtual e aquilo que ocupava os tempos livres de miúdos e graúdos, cai apressadamente no esquecimento.
Hoje, mais uma vez tive a certeza do que afirmo, quando crianças de dez, onze anos se depararam com o tradicional jogo da macaca, riscado no chão com um pau de giz. Estupefactos e atrapalhados não sabiam o que tinham de fazer, os riscos toscamente desenhados eram tão reais e aquilo que os seus olhos conhecem bem, e as suas mãos maneiam ainda melhor, são os botões da PSP e as teclas de um equipamento que produz movimento, imagens e sons que compõem uma sinfonia de divertimento. Mas ali, eram precisos também os pés e aquelas crianças não sabiam como os usar... Sabiam porém, que os protegiam com belos ténis que iluminavam o soalho polido com luzes pisca pisca, não sabiam contudo, que foram cosidos por crianças às quais lhes foi roubado o tempo para brincarem à macaca... Foram ensinados a brincar à macaca e de uma forma mais ou menos atabalhoada lá saltaram num só pé, lá rodaram com os dois e lá perceberam que também se pode brincar sem se ter os brinquedos da moda...

16 comentários:

  1. oh deus! nós tivemos infâncias bem mais felizes, não tenho dúvida!

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo, os miúdos de hoje têm tudo e fartam-se facilmente , acabam por não ser originais nas brincadeiras.
    Eu tento, (por enquanto) contrariar os meus netos, mas noto que é difícil.

    ResponderEliminar
  3. Ohhhh, eu brinquei TANTO à macaca!!! Dois jardins acima da minha casa está mesmo feito no chão (acho que é com pedra mesmo, nada de riscos a giz como fazíamos na escola) o desenho de duas macacas. E passei tantas e boas horas lá.

    ResponderEliminar
  4. Foram momentos muito bons, sem dúvida!
    Sem as coisas da moda que existem hoje, mas sempre com toneladas de felicidade! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Os meus alunos jogam comigo à macaca...-:-)

    ResponderEliminar
  6. Joguei tanto à macaca. E ainda jogo com as Minis.

    ResponderEliminar
  7. Nós brincávamos utilizando o corpo e interagíamos com pares.

    Actualmente, as crianças têm brinquedos que brincam por si e sózinhos ou através da pressão num botão.

    Por isso, a desumanização e a violência aumentam!

    Bom Dia da Mulher, rrss

    ResponderEliminar
  8. Os miúdos hoje em dia só pensam em computadores:( Bom fim de semana:)

    ResponderEliminar
  9. Não subestimes as capacidades de uma criança. A «culpa» não é delas e sim dos adultos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Naturalmente que não subestimo as competências e capacidades das crianças, elas são em substancial medida, o fruto de uma educação parental e social.
      Obrigada pela visita!

      Eliminar
  10. Bom Fim de Semana
    E um Bom Dia da Mulher

    ResponderEliminar
  11. As minhas meninas trocam bem um jogo de computador, por um jogo de futebol:)...e isso acontece quase todos os fins de semana:)
    Depende de nós mostrar-lhes as tantas outras formas que há de brincar...a culpa de eles ficarem horas esquecidos num computador...é nossa.
    Eu brinquei com as minhas às escondidas e à apanhada...e ainda hoje brincamos e já são adolescentes:)

    jinhooooooossssssssss

    ResponderEliminar
  12. Adorava, mas eu chamava jogar à semana não sei bem porquê :)
    Bj S

    ResponderEliminar
  13. Não trocava os jogos da minha infância, pelos jogos da moda...

    ResponderEliminar
  14. os meus meninos também não sabiam jogar à macaca mas depois lá se gostaram e foi engraçado vê-los a contar isso aos pais! Há muita coisa que se tem perdido infelizmente e temo que dificilmente se recupere.

    ResponderEliminar