sexta-feira, 30 de agosto de 2013

... a colher!

Hoje foi dia de fazer algumas das colheitas cá de casa... destinadas a consumo interno.
Fruta e leguminosas, para começar... e uma coisa é certa, quem semeia, sempre colhe!






22 comentários:

  1. Que maravilha de colheita e já imagino o sabor! LIndo demais! beijos,ótimo fim de semana,chica

    ResponderEliminar
  2. Um frutoque adoro...e em compota???

    Hummmmmmmmmmmmm...já estou a imaginar uma sopa de feijão.

    Não tenho onde semear...não colho!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Não é preciso semear. Este ano tem sido uma razia aqui na zona, têm ido às hortas e roubado as batatas e as cebolas todas as semanas.:/

    ResponderEliminar
  4. Por acaso também já colhi algumas das coisas que plantei e para primeira vez até não está mau.

    ResponderEliminar
  5. Isso é que foi uma colheita.
    Os pêssegos parecem muito suculentos
    : )

    ResponderEliminar
  6. Hoje voltou a dar-se valor à terra e àquilo que ela nos dá...ainda bem:)

    Pessêgos lindosssss:)

    jinhossssss

    ResponderEliminar
  7. Esses pêssegos têm mesmo bom ar. :)

    ResponderEliminar
  8. Manda-me uma frutinha cá para cima, porque é uma vergonha a fruta que esta gente aqui tem :P

    ResponderEliminar
  9. ADENDA

    CORRIJO:

    O teu Lavar a cabeça é bué da fixe (ai o que eu aprendo com os meus netos...) Por isso já te sigo e por isso te vou já incluir nos meus BLOGUES MAIS PORREIROS

    ResponderEliminar
  10. Realmente, quem semeia colhe! É bom ver o que o planeta Terra nos dá, ainda que tenha a intervenção do ser humano!

    ResponderEliminar
  11. Aí quem me dera ter um sitio assim para plantar.

    ResponderEliminar
  12. Que óptimo aspecto :)
    Devem saber tão bem :)

    ResponderEliminar
  13. Acho que fazes muito bem. :) Os produtos do nosso quintal sabem sempre melhor. :)
    beijinho

    ResponderEliminar
  14. Que bom aspecto :)
    Tenho imensas saudades de colher frutas da árvore...

    ResponderEliminar
  15. Que saudades dos meus tempos de miúda em que lá em casa havia uma enorme horta. Em que tinha árvores de frutos, e tudo o que comia saia directamente da horta que eu cuidei tantos e tantos anos... Adorei este pequeno momento que me proporcionas-te ao recordar-me de momentos destes :)

    ResponderEliminar